Trocando experiências

Criei esse blog depois de ter tido a oportunidade de conhecer diferentes pessoas no twitter e no facebook. Gosto de saber histórias, de trocar ideias e experiências. Tive essa vontade depois de saber que meus conselhos e comentários influenciam (e muito) na vida dos meus amigos virtuais. Vamos melhorar nossa existência? Então vem...

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Será que crítica tem a ver com inveja?

Queridos, desculpem meu afastamento do blog, mas estou a todo vapor em meu projeto e quase não estou tendo tempo pra mim.
Estava "bisbilhotando" no facebook e vi que uma amiga havia feito um blog. Lá eu li um post pessoal falando coisas da família dela. Li um comentário que a pessoa reclamava que ela (minha amiga) era rica, que não se preocupava com os outros, só se preocupava com a família dela, que no lugar que ela mora, nunca se preocupou em ver como as pessoas que trabalham lá vão embora e que coisas sobre ela e a família só interessavam a ela. Confesso que não entendi, não porque sou pouco inteligente, mas por perceber o quanto as pessoas "perdem" seu precioso tempo lendo coisas que os outros escrevem pra depois criticar. As pessoas leem porque querem, acompanham porque querem. Se nem todo mundo teve a mesma sorte, que culpa alguns tem por isso? Devem deixar de comentar suas vidas e suas histórias porque tem mais condições do que os outros? Devem se fechar em casulos e se culpar pelos problemas da humanidade? Ah! Se cada um se preocupasse mais com sua própria vida, o mundo seria com certeza, um lugar melhor pra se viver. A resposta dela ao comentário maldoso foi a altura, mas não pude deixar de comentar, pois fiquei indignada de saber quanta gente que não tem o que fazer, tem o dom de apurrinhar os outros. Será que essa pessoa faria diferente se estivesse no lugar dela? Vai saber...
Bjuxxxxxxxxxx meus queridos!

4 comentários:

  1. É isso aí Ale!!! Disse tudo!!!

    ResponderExcluir
  2. Ah! Na maioria da vezes tem a ver com inveja sim! É estranho mas muitas pessoas gastam seu tempo e energia criticando os outros apenas por estas pessoas terem aquilo que elas(invejosas)nunca conseguirão ter na vida. Isso tanto no lado material quanto no pessoal. São pessoas dignas de pena e que não devem ser levadas em consideração! Vamos ser felizes, cada um com suas possibilidades!

    ResponderExcluir
  3. Pessoas felizes sempre causarão inveja naqueles que não são capazes de enxergar que a felicidade consiste em três coisas básicas, como ilustram os sábios macaquinhos orientais: não ver o mal, não falar o mal, não ouvir o mal. Isso significa exatamente o que você acabou de dizer, só que com outras palavras: CADA UM QUE CUIDE DA PRÓPRIA VIDA e assim todos serão mais felizes!
    Beijocas

    ResponderExcluir
  4. Acho que a questão é mais do que inveja. É que grande parte destas pessoas estão mais preocupadas em culpar o mundo, o governo, os ricos, o vizinho, o universo, enfim, alguém é culpado por sua situação financeira. Só que não fazem nada para melhorar. Conheço pessoas que não tem o que comer dentro de casa, mas o dinheiro para o cigarro ou para a bebida não falta. Outras reclamam da vida, mas quando vc tenta ajudar indicando um curso, alguma coisa para a pessoa começar a produzir, já dizem que não dá, que não gostam de estudar, que tem o filho para tomar conta, que a mãe está doente... A gente sabe que o governo não investe em educação, que existe muita desigualdade, mas eu acredito que somos dotados de inteligência e capacidade suficiente para lutar por nossos sonhos. Não tem dinheiro pro livro, vai para uma biblioteca e começa a estudar todos os dias. Está desempregado, pára de esperar o emprego cair do céu e corre atrás, nem que seja para começar do baixo. Recomeçar não é humilhação, é força de vontade. O que não dá é ficar sentado no sofá, olhando o vizinho passar de carro importado e maldizendo três gerações futuras pelo azar de sua pobre vida.
    Parabéns pelo post Ale.
    beijos

    ResponderExcluir